Pós-doutora em Filosofia Fenomenológica pela Universidade Federal de Uberlândia- UFU-MG- (2021), Pós-doutora em Psicologia pela Universidade Federal de Uberlândia- UFU-MG- (2018).Orientação prof. Dr.Tommy Akira Goto). Doutora em Psicologia pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUCMG – (2014) (Bolsista CAPES) (orientação Dra. Jacqueline de Oliveira Moreira). Mestre em Psicologia Social pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG – (2004) (orientação Dr. José Paulo Giovanetti). Pós-graduada em Filosofia pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG – (1997) e em Psicoterapia Fenomenológico-Existencial pela Faculdade de Estudos Administrativos – FEAD – (2012).
Graduação em Música – Clarinete – Escola Superior de Música de Lisboa – Portugal (1991). Graduação em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG – (1987). Tem experiência na área de Psicologia, Fenomenologia, Psicologia Fenomenológica, Psicoterapia, Método ADI/TIP.

Autora de artigos científicos e capítulos de livros relacionados à problemática do adolescente autor de ato infracional, sofrimento depressivo e crise existencial na contemporaneidade. Dentre suas publicações destacam-se: “Influência das Percepções Maritais/Parentais sobre Relacionamentos de Conjugalidade: Método ADI/TIP” – Revista Teoria e Pesquisa (2009); “Fenomenologia das motivações do adolescente/jovem autores de ato infracional” – Revista Teoria e Pesquisa (2010); “Prisioneiros do sem sentido: o sofrimento psicossocial e existencial de adolescentes autores de ato infracional”- Revista Pesquisa e Práticas Psicossociais (2013) “Contribuições de Edith Stein para a compreensão da experiência de redirecionamento do sentido existencial de jovens autores de ato infracional” – Revista Nufen (2016); “Psicoterapia, Mudança, Novas Intervenções: o Método ADI/TIP – uma nova possibilidade de psicoterapia?”- pós-doutorado- UFU-MG (2018). Publicações internacionais: Jost, M.C. Almeida, E. L’Amore come strumento di trasformazione “psiconoosomatica”. Il Metodo ADI/TIP di Renate Jost de Moraes: una psicoterapia integrativa della Persona Umana. La Sapienza della Croce, Roma, v. XXXV, n. 2, p. 307-322, ott. 2020. Jost, M.C., & Goto, T. A. Depression, Psychotherapie und Veränderung: die ADI/TIP Methode, Psychologie und Phänomenologie. SFU Forschungsbulletin SFU Research Bulletin (2021). Jost, M.C., & Goto, T. A. Intervenção Clínica no sofrimento depressivo: Método ADI/TIP, Psicologia e Fenomenologia dos Afetos- Revista Teoria & Pesquisa (2022). Autora de capítulos de livros: “Apresentação”- In: Jost de Moraes. “Le Chiavi dell`Inconscio” (1ª edição italiana); In: Jost de Moraes. “As Chaves do Inconsciente” (31ª edição brasileira). Jost, M.C.; Goto, T.A. Fenomenologia e Psicoterapia, Método ADI/TIP: depressão e cultura hodierna. In: Sidoncha, U., Feron, O., Sidoncha, I. (org.). Fenomenologia e Cultura, Covilhã, Práxis, pp.171-212, 2022.

Realização de conferencias no Brasil e no exterior: Itália (2015, 2019), Varsóvia (2015), Portugal, Itália, Alemanha, Viena (2019). Participação no I Colóquio Internacional Fenomenologia e Cultura, na Universidade de Beira Interior-Portugal, com o tema: Fenomenologia, Psicoterapia, Método ADI/TIP. Membro do WCP e Conselho Regional de Psicologia- MG –CLEROT.

Parecerista Ad Hoc em âmbito nacional. Autora dos livros: “Por Trás da Mascara de Ferro: as motivações do adolescente em conflito com a lei” (Edusc, 2006) e “Do sentido para a morte para o sentido da vida: possibilidades de reconfiguração do sentido existencial de adolescentes e jovens do sexo masculino autores de ato infracional.” (SPES, 2019). Finalista do prêmio CAPES de Teses de Doutorado (2015). Psicóloga atuante na clínica-TIP-Clinica. Diretora e docente do curso de pós-graduação Lato sensu no Método ADI/TIP da Fundasinum/Instituto E.P. Renate Jost de Moraes/ Faculdade Alis. Supervisora da área de pesquisa da Fundasinum/Instituto E.P. Renate Jost de Moraes.